HISTÓRIA, “ENSINANTES-APRENDENTES”: FORMAÇÃO VS PRÁTICA

Adriana F. da Silva, Ironita P. Machado, Sirlei Rossoni

Resumo


O presente artigo busca refletir projeção e prática articuladora de integralização da graduação, da pesquisa e da extensão, tendo por referencial a experiência da atuação de graduandos do Curso de História como estagiários em museu. Este artigo, baseado em estudo de caso em espaço não-formal, contextualiza e analisa os limites e as possibilidades da formação docente, centrando na discussão a aprendizagem dos próprios métodos das diferentes disciplinas, áreas de estudo e de conteúdos como aspectos mutuamente inclusivos de uma mesma formação docente - professor-pesquisador de história: teoria vs prática. O objeto em tela foi possível pelo desenvolvimento de pesquisas enfocando a formação docente, estratégias de pesquisa e redes de conhecimento, através da mediação dos métodos da etnografia e
formação, da investigação-ação e investigação-formação, que, por
sua vez, aqui será situada como forma de reforçar a importância e
a necessidade de introduzirmos mecanismos de integração da pesquisa com o ensino, na formação docente reflexiva.


Texto completo:

PDF PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais




(c) Rev. Ciênc. Hum. Educ., Frederico Westphalen - ISSN 1981-9250.

Qualis/CAPES: B4 - Educação e B3 - Ensino

Prefixo DOI: 10.31512

E-mail: rhumanas@uri.edu.br

 

 * Contagem iniciou em 28/04/2019.

Flag Counter