VIOLÊNCIA, LETRAMENTO LITERÁRIO E FORMAÇÃO LEITORA: DESAFIOS À ATUAÇÃO DOCENTE

Luana Teixeira Porto

Resumo


 

O objetivo deste artigo é propor uma discussão sobre leitura literária com vistas ao letramento e à formação leitora em um contexto em que a leitura crítica sobre temas caros à sociedade, em especial o tema da violência, pode ser caminha para umam formação mais cr´tiica e cidadã. Para isso, adotam-se como metodologia para a proposição e práticas letras estudos de Franco Júnior (2015) e Rösing (2016). Ao desenvolver um estudo crítico sobre as metodologias de abordagem do texto literário, defende-se a necessidade de tratar o texto literário como um objeto estético e ético e não como recurso pedagógico ou pretexto para abordagem de conteúdos disciplinares. Além disso, propõe-se uma formação leitora que possibilite a experiência estética e o posicionamento crítico sobre os textos, procurando especialmente analisar linguagem literária em sua relação com outros textos, de natureza literária ou não, o que aproxima a proposta de prática leitora voltada a inter-relação entre linguagens prevista nos materiais norteadores para o Ensino Médio, como a BNCC e os PCN’s.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Revista de Ciências Humanas

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


(c) Rev. Ciênc. Hum. Educ., Frederico Westphalen - ISSN 1981-9250.

Qualis/CAPES: B4 - Educação e B3 - Ensino

Prefixo DOI: 10.31512

E-mail: rhumanas@uri.edu.br

 

 * Contagem iniciou em 28/04/2019.

Flag Counter