GRUPOS DE DISCUSSÃO COMO FERRAMENTA DE INTERVENÇÃO NA REDE PÚBLICA DE SAÚDE / DISCUSSION GROUPS AS A TOOL TO INTERVENTION IN PUBLIC HEALTH SERVICES

Eduardo Cavalheiro Pelliccioli, Denise Zanatta

Resumo


Este artigo discute a funcionalidade de Grupos de Discussão na rede pública de saúde a partir de uma pesquisa em andamento: "O grupo como possibilidade de intervenção em usuários de psicotrópicos e com trabalhadores da rede pública de saúde de Frederico Westphalen". Essa se desenvolve utilizando como ferramenta de trabalho grupos de discussão com usuários e trabalhadores da rede pública de saúde. Entendemos que o grupo pode ser uma forma de constituir processos de autonomia junto aos seus integrantes, no sentido de poderem decidir sobre suas próprias vidas de maneira legítima e coletivamente construída. Diante dessas discussões, em que relatos de vida são tornados públicos, ocorre um conjunto de produções de sentidos na esfera da saúde coletiva, em que as palavras do trabalhador e do usuário ocupam espaços de reconhecimento no campo simbólico nos quais se inscrevem, proporcionando assim, a valorização de suas ações e a abertura de um campo de diálogo sobre seus fazeres.

Palavras-chave


Grupos de discussão. Rede pública de saúde. SUS.

Texto completo:

PDF PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais




(c) Rev. Ciênc. Hum. Educ., Frederico Westphalen - ISSN 1981-9250.

Qualis/CAPES: B4 - Educação e B3 - Ensino

Prefixo DOI: 10.31512

E-mail: rhumanas@uri.edu.br

 

 * Contagem iniciou em 28/04/2019.

Flag Counter