CRIMINALIZAÇÃO E EXTERMÍNIO DA JUVENTUDE NEGRA NO BRASIL: REFLEXÕES E DESAFIOS

Janaína Bueno Bady, Denise Regina Quaresma Silva

Resumo


O estudo propõe demonstrar, por meio de dados estatísticos e reflexões, um recorte do cenário de desigualdades e de violências ocorridas no Brasil, das quais a maior parte das vítimas são pessoas jovens, negras e com baixa escolaridade. O racismo em nosso país colabora para a distribuição seletiva da justiça e da violência. Identificamos perfis diversos de juventudes, com múltiplas identidades pessoais e sociais que precisam ser reconhecidas. Tais especificidades demandam novas políticas públicas que dêem conta dos distintos perfis desses jovens, e que enfrentem o racismo e suas consequências, traduzidas na violação dos direitos, estigmatização, criminalização e extermínio da juventude negra.


Palavras-chave


Juventude negra; Racismo; Criminalização; Extermínio; Políticas públicas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista de Ciências Humanas

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


(c) Rev. Ciênc. Hum. Educ., Frederico Westphalen - ISSN 1981-9250.

Qualis/CAPES: B4 - Educação e B3 - Ensino

Prefixo DOI: 10.31512

E-mail: rhumanas@uri.edu.br

 

 * Contagem iniciou em 28/04/2019.

Flag Counter