EDUCAÇÃO INTEGRAL E A RELAÇÃO ENTRE ENSINAR E APRENDER FILOSOFIA NA PERSPECTIVA DE HEIDEGGER

Marcos Alexandre Alves, Guilherme Alves de Souza, Isis Moraes Zanardi

Resumo


O artigo busca examinar a proximidade da filosofia de Heidegger com o tema da educação, que está relacionado com a busca pelo sentido do Ser e pode ser explorado a partir do caráter essencialmente questionador de seu pensamento. O interesse de Heidegger pela educação é preparar o estudante para o acolhimento das questões que dizem respeito à abertura de caminhos que levem ao aprendizado do pensar e promovam a capacidade reflexiva. Aprender o autêntico pensar permite alcançar a sintonia na busca pelo sentido da própria existência. Para tal o aprendiz precisa de alguém que lhe conduza ao autêntico pensar. A responsabilidade do mestre consiste em conduzir o aprendiz, mostrando caminhos e alternativas para encontrar o pensamento e o próprio Ser. Heidegger convida a uma reflexão sobre o papel que tem assumido a escola e o educador com relação à formação dos estudantes. Nessa perspectiva, educar é provocar, é instigar o aluno a desenvolver uma formação que visa à autenticidade no pensar e na busca do verdadeiro sentido da existência. Trata-se de um convite a refletir acerca do pragmatismo e do comodismo no qual entraram muitas instituições de ensino e a sociedade como um todo. 


Palavras-chave


Educação. Ensino. Aprendizagem. Sentido do ser.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista de Ciências Humanas




(c) Rev. Ciênc. Hum. Educ., Frederico Westphalen - ISSN 1981-9250.

Qualis/CAPES: B4 - Educação e B3 - Ensino

Prefixo DOI: 10.31512

E-mail: rhumanas@uri.edu.br

 

 * Contagem iniciou em 28/04/2019.

Flag Counter