BREVES CONSIDERAÇÕES SOBRE A PEDAGOGIA, A CONSTRUÇÃO DE IDENTIDADE DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL E A FORMAÇÃO CONTINUADA

Bruna Barboza Trasel, Celso José Martinazzo

Resumo


O presente artigo tem o objetivo de analisar e explicitar alguns dos pressupostos do pensamento pedagógico de Mario Osorio Marques que integram o livro Pedagogia: a Ciência do Educador (1990). Esses pressupostos são articulados com outros autores, com a finalidade de tensionar o questionamento apresentado por Marques na Introdução do referido livro: “Qual a natureza dos conhecimentos que se requerem do educador para que se possa entender, organizar e conduzir as práticas educativas em que se empenha, não como sujeito isolado, mas como coletivo dos educadores/educandos?” Sobre tal questionamento acrescentamos: Como têm sido pensado os momentos de efetivação do trabalho coletivo, os planejamentos, a constituição de saberes e as formações continuadas dos profissionais da Educação Infantil? As análises e possíveis respostas para tais interrogações foram inspiradas nos autores: Mario Osorio Marques (1988, 1990, 1993, 2000, 2014), Francisco Imbernón (2009, 2011) e Isabel de Oliveira e Silva (2003). A reflexão se caracteriza por ser uma pesquisa bibliográfica apoiada pelo método dedutivo-indutivo.


Palavras-chave


Pedagogia. Ciência. Educador. Formação Continuada.

Texto completo:

Português Espanhol

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista de Ciências Humanas

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


(c) Rev. Ciênc. Hum. Educ., Frederico Westphalen - ISSN 1981-9250.