AVALIAÇÃO EM LARGA ESCALA: GESTÃO DA QUALIDADE DA EDUCAÇÃO

Neide Pena Cária, Sandra Maria Oliveira

Resumo


Este trabalho traz à discussão as avaliações em larga escala como forma de gestão da qualidade da educação, por meio do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica). Problematiza-se a utilização dos resultados dessas avaliações como indicador unilateral da qualidade de educação. Discute as variáveis que não são consideradas no cálculo do Ideb ao avaliar as escolas brasileiras e como o mesmo impacta a realidade das escolas; analisa desdobramentos de sua divulgação no âmbito da escola, seus efeitos colaterais na organização e gestão do trabalho docente e seus impactos nas políticas educacionais públicas, denunciando inclusive a terceirização da educação básica às empresas educacionais da iniciativa privada. Trata-se de um estudo analítico que se ampara em aportes legais e teóricos que constituem o Ideb, publicados nos sites oficiais do Governo, como o Instituto Nacional de Ensino e Pesquisa Anísio Teixeira (INEP) e o Ministério da Educação e Cultura (MEC), entre outros, assim como em estudos já publicados sobre o tema. Não se corrobora neste texto da ideia de uma gestão da qualidade de educação atrelada apenas ao desempenho escolar e ao fluxo de alunos, num contexto em que desconsidera-se as condições da escola, incentiva-se a competição e delega-se responsabilização.

Palavras-chave


Avaliação educacional. Gestão. Ideb. Qualidade de educação.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais




(c) Rev. Ciênc. Hum. Educ., Frederico Westphalen - ISSN 1981-9250.

Qualis/CAPES: B4 - Educação e B3 - Ensino

Prefixo DOI: 10.31512

E-mail: rhumanas@uri.edu.br

 

 * Contagem iniciou em 28/04/2019.

Flag Counter