PERCEPÇÕES E SIGNIFICADOS DAS PRÁTICAS CORPORAIS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR NO ENSINO MÉDIO: O QUE DIZEM OS (AS) EDUCANDOS (AS)?

Sara dos Santos, Rodrigo José Madalóz

Resumo


O estudo traz à baila as compreensões sobre quais percepções e significados às práticas corporais têm para educandos (as) nas aulas de Educação Física Escolar no Ensino Médio, a partir da realização do Estágio Supervisionado em Educação Física no Ensino Médio e das intervenções com uma turma de segundo ano em uma escola pública de uma cidade da região das Missões/RS. A metodologia utiliza foi de natureza qualitativa e segundo os objetivos seguiu um estilo descritivo/interpretativo. Os instrumentos utilizados para a coleta de informações foram o memorial descritivo e o diário de campo. A compreensão das informações ocorreu por meio da categorização do conteúdo dos memoriais descritivos dos (as) educandos (as). As práticas corporais significaram a vivência dos conteúdos do componente curricular Educação Física nas três dimensões do conhecimento (conceitual, procedimental e atitudinal), bem como a dimensão da saúde, valorizando-as e considerando-as necessárias ao longo do processo ensino aprendizagem.


Palavras-chave


Educação Física Escolar. Ensino Médio. Práticas Corporais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista de Ciências Humanas

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


(c) Rev. Ciênc. Hum. Educ., Frederico Westphalen - ISSN 1981-9250.

Qualis/CAPES: B4 - Educação e B3 - Ensino

Prefixo DOI: 10.31512

E-mail: rhumanas@uri.edu.br

 

 * Contagem iniciou em 28/04/2019.

Flag Counter