EDUCAÇÃO AMBIENTAL FREIRIANA: PRESSUPOSTOS E MÉTODO

Ivo Dickman, Simone Ruppenthal

Resumo


Este artigo apresenta contribuições para construção de um conceito em torno da Educação Ambiental Freiriana, tendo como base a epistemologia de Paulo Freire. A pesquisa é provocada a partir da carência de produções no que se refere à relação entre Educação Ambiental e Paulo Freire. Neste estudo nos propomos discutir a Educação Ambiental na perspectiva pedagógica freiriana, tendo como referência as seguintes obras: Pedagogia da Autonomia, Pedagogia da Indignação, Pedagogia do Oprimido e Educação como Prática da Liberdade, nas quais identificamos contribuições e a preocupações do educador com a Educação Ambiental na forma que o sujeito se relaciona e torna-se parte do mundo, da cultura e da natureza. Conclui-se que a pedagogia crítica de Freire e o Círculo de Cultura como método e, sua releitura, o Círculo Epistemológico, como instrumento de pesquisa e investigação, são contribuições importantes para a Educação Ambiental numa perspectiva emancipatória e libertadora.


Palavras-chave


Paulo Freire; Educação Ambiental; Círculo de Cultura; Círculo Epistemológico

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista de Ciências Humanas




(c) Rev. Ciênc. Hum. Educ., Frederico Westphalen - ISSN 1981-9250.

Qualis/CAPES: B4 - Educação e B3 - Ensino

Prefixo DOI: 10.31512

E-mail: rhumanas@uri.edu.br

 

 * Contagem iniciou em 28/04/2019.

Flag Counter