O Reconhecimento Do Valor Social Do Prouni Na Visão Dos Bolsistas Egressantes

Sônia Aparecida Siquelli, Neide Pena Cária

Resumo


RESUMO: Este artigo resultado de reflexões acerca de mais de uma década do Programa Universidade para Todos-Prouni, política de inserção no ensino superior criada aos jovens para acesso a esse nível de ensino vem descrever e analisar a partir de um número restrito da literatura já produzida sobre o tema quais efeitos causados nas vidas dos egressantes, bolsistas Prouni. Sob a perspectiva de análise política e histórica, a pesquisa de natureza qualitativa objetivou conhecer através dos jovens bolsistas egressantes o significado do Prouni para suas carreiras. Uma reflexão, a partir da literatura produzida em periódicos de educação e de livros publicados, como política pública educacional dentre as políticas neoliberais da década de 90. Foi realizada uma coleta de dados, por meio de um questionário semiestruturado aplicado aos bolsistas egressos de uma universidade privada tradicional do sul de Minas Gerais.  O estudo do impacto dessa política na formação do egresso mostrou que, apesar do meio neoliberal em que foi gestada, tornou-se a única oportunidade de formação a esses jovens nessa região, que fazem parte do mercado de trabalho atualmente, devido à bolsa. Reafirmam as contradições vividas e comprova que mesmo nas estruturas neoliberais é possível realização dos jovens.


Palavras-chave


Ensino Superior; Política Educacional; Neoliberalismo; Prouni

Texto completo:

Sem título

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais




(c) Rev. Ciênc. Hum. Educ., Frederico Westphalen - ISSN 1981-9250.

Qualis/CAPES: B4 - Educação e B3 - Ensino

Prefixo DOI: 10.31512

E-mail: rhumanas@uri.edu.br

 

 * Contagem iniciou em 28/04/2019.

Flag Counter