FORMAÇÃO DOCENTE CONTEXTUALIZADA A PARTIR DAS PRODUÇÕES TEXTUAIS DE JOVENS E ADULTOS SOBRE A VIOLÊNCIA DE GÊNERO

Ada Augusta Celestino Bezerra, Ranúsia Pereira Silva, George Emmanuel do Nascimento Araújo

Resumo


Este artigo analisa perspectivas dos alunos da educação básica, na modalidade de educação de jovens e adultos (EJA) – ensino médio – a respeito da temática: pelo fim da violência contra a mulher, a partir das produções textuais desenvolvidas no Concurso de Redação do Projeto Transdisciplinaridade na Literacia e Numeracia de Jovens e Adultos do OBEDUC/CAPES/UNIT-SE/TRANSEJA, em municípios do semiárido sergipano, no contexto de formação de professores. As produções textuais foram analisadas quanto aos significantes e concepções traduzidos nas categorias emergentes que receberam maior ênfase dos alunos. Pela análise textual discursiva proposta por Moraes (2003; 2007), tentou-se apreender dos participantes, as diferentes representações e dimensões do significado da violência, as aproximações e os distanciamentos apresentados nos textos e expressões que direcionam as relações sociais (re) construídas no decorrer dos discursos. A motivação para a produção veio a partir do contato docente e/ou discente com a crítica social apresentada pelo filme Anjos do Sol, no qual foi retratada a violência contra a mulher, através de agressões físicas, psicológicas, ostensivas ou veladas. Trata-se de pesquisa de natureza qualitativa, inspirada nas histórias de vida dos sujeitos que assimila argumentos do senso comum. O marco teórico dos pesquisadores funda-se em Arendt (1994), Minayo (1990), Chauí (1985), Waiselfisz (2011, 2012, 2013), Nóvoa (1992), Schön (2000) e Moraes e Galiazzi (2007). O pressuposto é que a formação dos docentes em serviço é uma das formas de singularizar o agir, reagir e interagir diante dos contextos intra e extra escolares. A metodologia aplicada foi a metafórica analise textual discursiva proposta por Moraes e Galiazzi (2007): uma tempestade de luz. Os resultados alcançados permitem visualizar as diferentes possibilidades de representações de alunos e alunas da EJA a respeito da violência contra a mulher, com suas dimensões e perspectivas de superação.


Palavras-chave


Análise discursiva. Educação de jovens e adultos. Formação continuada. Relações de gênero. Violência

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais




(c) Rev. Ciênc. Hum. Educ., Frederico Westphalen - ISSN 1981-9250.

Qualis/CAPES: B4 - Educação e B3 - Ensino

Prefixo DOI: 10.31512

E-mail: rhumanas@uri.edu.br

 

 * Contagem iniciou em 28/04/2019.

Flag Counter