A CONSTRUÇÃO DA AUTORIDADE DOCENTE E DA AUTONOMIA ESTUDANTIL: CURRÍCULOS E PRÁTICAS POSSÍVEIS NA ESCOLA

Mariana Luzia Corrêa

Resumo


Este artigo tem o objetivo de apresentar elementos para a discussão a respeito da necessária construção da autoridade docente relacionada à construção da autonomia estudantil, essa entendida como uma habilidade a ser desenvolvida na escola aliada a outras aprendizagens necessárias, de forma interdisciplinar. Nesta perspectiva, este texto faz relações entre a necessidade de currículos escolares construídos de forma compartilhada, por seus professores, como agentes promotores de mudanças educacionais, que considerem de forma pertinente a discussão sobre os conceitos de autoridade docente e autonomia estudantil na escola, com o planejamento de estratégias de trabalho e de intervenção cotidiana. Embasado em uma pesquisa bibliográfica, este texto está relacionado à pesquisa de mestrado intitulada “Disciplinamento escolar: suas relações com aautoridade docente e a autonomia estudantil” que, com caráter qualitativo,busca investigar os saberes e as práticas docentes em relação às práticas disciplinadoras na escola. Aponta alguns resultados parciais da pesquisa, que está em desenvolvimento, e revela algumas considerações que são pertinentes à temática, discutindo sobre os conceitos relacionados.

Palavras-chave


autoridade docente; Autonomia estudantil; Práticas interdisciplinares.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais




(c) Rev. Ciênc. Hum. Educ., Frederico Westphalen - ISSN 1981-9250.

Qualis/CAPES: B4 - Educação e B3 - Ensino

Prefixo DOI: 10.31512

E-mail: rhumanas@uri.edu.br

 

 * Contagem iniciou em 28/04/2019.

Flag Counter