DESAFIOS DE PROFESSORES DO SEXO MASCULINO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: UM OLHAR SOBRE AS PESQUISAS

Glauber César Cruz Custódio, Jairo Antonio da Paixão

Resumo


Pode se perceber, nos últimos anos, o aumento gradativo da presença de professores do sexo masculino na educação infantil, etapa esta que constitui a primeira fase da educação básica brasileira. Dessa forma, este estudo buscou apresentar e analisar as produções acadêmicas a respeito da docência de professores homens na educação infantil.  Trata-se de um trabalho de revisão sistemática do tipo estado da arte, em três bancos de dados: Banco de Dissertações e Teses da CAPES; Trabalhos das reuniões da ANPEd; periódicos específicos em Educação com Qualis A1. Abarcou-se pesquisas desenvolvidos entre 2010 e 2018. Pode se perceber a escassez de trabalhos na temática da docência masculina na educação infantil. Os resultados mostram que os professores homens da educação infantil enfrentam diversos desafios, como o olhar de desconfianças pelos colegas da escola e da sociedade, olhar de estranhamento na escola, vigilância exacerbada limitações impostas no trabalho, entre outros desafios.  Diante desse cenário, pode se dizer que tais apontamentos são muito importantes para que se tenha a conscientização de que não existe espaço preestabelecido para homem ou mulher e que ambos são capazes.


Palavras-chave


Professores homens; Docência; Educação Infantil

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Revista de Ciências Humanas

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


(c) Rev. Ciênc. Hum. Educ., Frederico Westphalen - ISSN 1981-9250.

Qualis/CAPES: B4 - Educação e B3 - Ensino

Prefixo DOI: 10.31512

E-mail: rhumanas@uri.edu.br

 

 * Contagem iniciou em 28/04/2019.

Flag Counter