O DIÁLOGO COMO PRINCÍPIO FILOSÓFICO

Cleci Luisa Lovera, Arnaldo Nogaro

Resumo


O texto aqui apresentado é o resultado de um esforço para refletir e localizar o diálogo como princípio, ou como um dos elementos fundantes do filosofar; mais especificamente  do “fazer” filosofia com crianças, do desenvolvimento de uma educação para o pensar. Inicialmente tematizamos a filosofia enquanto conhecimento e espaço onde se problematizam as vivências e experiências humanas. Passamos a abordar também o jeito socrático de fazer filosofia como forma de demonstrar o que se quer de uma atitude filosófica. Encerramos a reflexão situando o diálogo e a comunidade de investigação como lócus privilegiado do exercício democrático da fala e da expressão do pensamento de cada criança e jovem que se
propõe o exercício filosófico.

Texto completo:

PDF PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais




(c) Rev. Ciênc. Hum. Educ., Frederico Westphalen - ISSN 1981-9250.

Qualis/CAPES: B4 - Educação e B3 - Ensino

Prefixo DOI: 10.31512

E-mail: rhumanas@uri.edu.br

 

 * Contagem iniciou em 28/04/2019.

Flag Counter