A PSICOLOGIA COGNITIVA E MEDIAÇÃO INFORMACIONAL COMO FACILITADORAS DE NOVAS ATITUDES NO COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL

Domingos Luiz Palmas

Resumo


O presente artigo fundamenta a importância da Psicologia Cognitiva e a mediação informacional no âmbito das organizações. O avanço tecnológico fez com que processos de gestão, baseados no taylorismo e fordismo, já não respondam às necessidades organizacionais atuais, que são ambientes complexos. Uma nova perspectiva de ação e alteração no arcabouço organizacional pode ser a Psicologia cognitiva, que busca a otimização de seus processos através dos modelos mentais. Essa otimização e superação das inúmeras dificuldades que podem estar presentes, tendem a ser uma realidade. Contudo, não se pode alcançar otimização, sucesso organizacional em detrimento do bem-estar do sujeito. Espera-se que a Psicologia Cognitiva possa contribuir para com o novo patamar organizacional.


Texto completo:

PDF PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais




(c) Rev. Ciênc. Hum. Educ., Frederico Westphalen - ISSN 1981-9250.

Qualis/CAPES: B4 - Educação e B3 - Ensino

Prefixo DOI: 10.31512

E-mail: rhumanas@uri.edu.br

 

 * Contagem iniciou em 28/04/2019.

Flag Counter