POR UMA EDUCAÇÃO HUMANIZADORA: UM DIÁLOGO ENTRE PAULO FREIRE E ERICH FROMM

Flavio Luiz Pretto, Jaime José Zitkoski

Resumo


O presente artigo  objetiva  aproximar os  saberes  de  Paulo  Freire ( 1991-1997), educador  e  filósofo brasileiro e Erich Fromm, psicanalista  e  escritor  alemão (1900 - 1980). Sabemos  que  a  escola  de  nossos  dias  tem  optado  pelo  desenvolvimento  do  campo  cognitivo  do  educando deixando  de  lado  o  campo  afetivo o  que  inviabiliza  a  promoção  de  uma  formação  integral  e  humanizada. Encontramos  nas  obras  de  freire vários  excertos inspirados  no  pensamento  de  Fromm centrado  nos  valores  humanos  autênticos e,  nas  obras  de  Fromm,  referências  na  pedagogia  freireana. Esses  dois  autores veem  na  educação  humanizadora possibilidades  para  romper  com  a  educação  usada  apenas  como  ferramenta para  o  progresso  material substituindo-a  por  uma  educação  que  une  coração  e  mente, pressupostos necessários  para  desenvolver  no  aluno a  tomada  de  consciência  para  agir  sobre  si  e  sobre  o  mundo. Assim  como  para  Freire,  também  para  Fromm  a  função  da  educação  é  humanizar. Nesse  sentido,  Freire  e  Fromm  buscam  construirem  um  mundo  mais  humano e  liberto para  aqueles  que  sempre  sofreram  com  a  exc lusão  imposta  pela  escola,  pelo  trabalho, ou  por  qualquer  outro  instrumento  de  discriminação  social.


Palavras-chave


: Educação; Liberdade; Humanização; Paulo Freire; Erich Fromm

Texto completo:

Arquivo

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista de Ciências Humanas




(c) Rev. Ciênc. Hum. Educ., Frederico Westphalen - ISSN 1981-9250.

Qualis/CAPES: B4 - Educação e B3 - Ensino

Prefixo DOI: 10.31512

E-mail: rhumanas@uri.edu.br

 

 * Contagem iniciou em 28/04/2019.

Flag Counter