A GESTÃO DEMOCRÁTICA DA EDUCAÇÃO NO CONTEXTO DO MUNDO DO TRABALHO E DA REFORMA DO ESTADO

JERONIMO JORGE CAVALCANTE SILVA

Resumo


RESUMO: A partir dos anos 90 aparece uma nova estruturação do modo de produção capitalista, provocando consequentemente mudanças nas políticas econômicas, públicas, sociais e educacionais. A gestão da educação básica, no Brasil, forma parte desta mudança e está imersa na reforma do Estado, com dois grandes desafios: ajustar-se à configuração do novo sistema econômico, global, orientado pelos princípios do neoliberalismo e adaptar-se às necessidades da nova estrutura produtiva e tecnológica que exige novas perspectivas na formação dos trabalhadores. Diante desse contexto, este artigo tem como objetivo fazer uma reflexão de como as transformações no mundo do trabalho provocaram reformas no Estado brasileiro, assim como mudanças na gestão democrática da educação. Comprovando que a descentralização da gestão educativa na realidade é uma transferência das responsabilidades do Estado à Sociedade, reduzindo suas obrigações e seus gastos públicos. Não se consolidando, assim, um verdadeiro projeto democrático para a educação.


Palavras-chave


Transformações no mundo do trabalho. Reforma do Estado. Gestão democrática da educação.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais




(c) Rev. Ciênc. Hum. Educ., Frederico Westphalen - ISSN 1981-9250.

Qualis/CAPES: B4 - Educação e B3 - Ensino

Prefixo DOI: 10.31512

E-mail: rhumanas@uri.edu.br

 

 * Contagem iniciou em 28/04/2019.

Flag Counter